title=
BRAZILIAN WAY OF LIFE» MOÇAMBIQUE» »

Brasil: a embaixada do paraíso na terra

por
elisio@opatifundio.com
16 de February de 2009

Os cenários das novelas são tão atraentes que nos fazem acreditar que o Brasil é a embaixada do paraíso na terra; logo todos querem ser como os brasileiros

paraiso 300x203 Brasil: a embaixada do paraíso na terra

Viver no Brasil é um dos sonhos de um moçambicano, mas não naquele Brasil trabalhador que nos mostram nos documentários da televisão, e sim no Brasil curtidor das novelas, como Malhação

O tema que trago hoje é muito interessante: a influencia brasileira em Moçambique, e não há coisa melhor que falar do Brasil, que eu considero a embaixada do paraíso na terr. a Se me pedissem para falar disso antes de 2000 eu ficaria calado, porque simplesmente não sabia nada do que estava por acontecer no novo milênio. Mas vamos começar do começo, como sempre se deve fazer.

Primeiro dizer que existem dois tipos de cidades em Moçambique: As que já tem sinal das televisões gratuitas, e logo qualquer um pode ver TV em casa, e as cidades que apenas podem ter TV por assinatura, tipo tvcabo, dstv e outras coisas. Logo TV é coisa da alta sociedade.

Antes do ano 2000, Chimoio, minha cidade natal era do segundo tipo, onde TV só servia para assistir filmes americanos, jogar vídeo games e assistir alguns canais estrangeiros que chegavam a nossa cidade por sorte. Nada de canais nacionais. Nesta época, o Brasil era Ronaldo, Rivaldo e as outras estrelas de Futebol, principalmente as que brilharam na copa da França em 1998, e algumas que já estavam reformadas.

Em 2000 chegou a TV pública na minha cidade, e ai foi a revolução na juventude. Com as novelas que passavam na TV, todos queriam ser Brasileiros, principalmente as meninas, que queriam a qualquer custo vestir e falar como as brasileirinhas das novelas. Só no horário nobre, passaram O rei do Gado, Por Amor, Torre de Babel, e assim foi indo até hoje. Agora o que não falta hoje por aqui é novela brasileira para a juventude se inspirar, tanto na forma de vestir, falar, e tudo mais que as novelas têm para nos ensinar.

O que acontece é que os cenários das novelas são tão atraentes que nos fazem acreditar que o Brasil é a embaixada do paraíso na terra, logo todos querem ser como os brasileiros. Olha que quando eu falo de brasileiros, falo dos brasileiros atores das novelas, cheios de dinheiro, estilo, e coisas que eu nem sequer conheço os nomes. Agora, viver no Brasil é um dos sonhos de um moçambicano, mas não naquele Brasil trabalhador que nos mostram nos documentários da televisão, e sim no Brasil curtidor das novelas, como Malhação.

É claro que eu que não assisto muito as novelas, mas prefiro os documentários e noticiários brasileiros em que conheço um “outro” Brasil, bem diferente daquele das novelas. Tem um Brasil muito trabalhador que eu vejo nos documentários, e outro Brasil dos noticiários e filmes como Cidade de Deus, Tropa de Elite e outros. Mas o Brasil que mais marca nas pessoas daqui, principalmente os jovens, é o Brasil das novelas.

Há uns tempos atrás, até que as novelas eram bem publicadas, pois no fim de cada novela a televisão promovia debates onde se falava dos diversos aspectos, positivos e negativos, daquela novela. Isto sim é que era construtivo, pois ajudavam-nos a analisar a mensagem que estava por trás de cada passagem das novelas. Mas agora isto acabou, e cada um tira o que achar mais útil para o seu uso pessoal, daquilo que os brasileiros nos mostram. Aqui é muito mais comum alguém conhecer toda a história do Brasil, do que do próprio País que nos colonizou.

Falando particularmente de mim, 90% do que eu aprendo na internet, por exemplo, vem do Brasil. Participo de comunidades brasileiras, leio sites brasileiros e pessoalmente acho brasileiros muito criativos, trabalhadores e um exemplo a seguir, por isso me deixo influenciar facilmente com a sua forma de ser, pensar e trabalhar, seguindo também o lema “Ordem e Progresso”.

Concluindo, o Brasil que nós conhecemos e que nos influencia é o Brasil que vem dos estúdios da Globo e por ai, e não aquele Brasil que trabalha e que está prestes a meter a sua pátria no G8.

 Brasil: a embaixada do paraíso na terra

Elisio Leonardo

é moçambicano, estudante de informática da Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo, e é autor do site MZ Noticias.

Outros artigos deste autor - Website

Tags: , , , , , , ,

Warning: file_get_contents(http://widget.dihitt.com.br/tools/api_link?url=http://opatifundio.com/site/?p=1994&comments=1) [function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 502 Bad Gateway in /home/opatifun/public_html/site/wp-content/plugins/dihittForWordpress/dihittForWordpress.php on line 89

POLÍTICA DE COMENTÁRIOS

- Colabore com a democracia e mantenha o bom nível do debate. Exerça a liberdade de expressão com responsabilidade.

- Comentários sem identificação serão apagados. Prática de SPAM,ofensas, xingamentos, demonstrações de racismo ou intolerância religiosa, racial ou política também. O contraditório é garantido e ansiosamente aguardado, desde que ele seja bem usado.


Warning: file_get_contents(http://widget.dihitt.com.br/tools/api_link?url=http://opatifundio.com/site/?p=1994&comments=0) [function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 502 Bad Gateway in /home/opatifun/public_html/site/wp-content/plugins/dihittForWordpress/dihittForWordpress.php on line 89
23 comentários

  1. É Elísio, a TV maqueia uma realidade que não existe no Brasil. O universo global é lgo que só existe nos jardins do Projac e na vida da elite brasileira. O verdadeiro Brasil dificilmente vem a público na TV.

  2. Aló Guilherme.
    Também talvez eles só queiram satisfazer os interesses dos financiadores dos programas e mostram exatamente aquilo que os financiadores querem.
    Mas também existem programas interessantes na TV brasileira, estilo Globo Ciência e outros do gênero, seria este o brasil real, onde a educação e a necessidade de desenvolvimento estão em primeiro lugar, ou tudo manipulado também?

  3. O negócio é mostrar o Brasil que deveríamos ser, não o que somos. Todos com seus carros, fazendo ligação somente pelo celular. Comprando, consumindo e por aí vai.

    O Brasil gosta de viver num faz de conta. Um mundo que só existe para quem ingressa na política, aí o sonho se torna realidade, já que o pé de meia — com nosso dinheiro — é grande.
    Abração

  4. Elísio, alguns programas como o Globo Ciência e o Profissão Reporter, eu recomendo, porque eles são uteis e você percebe que não tem o dedo da censura. Abraços.

  5. Tipo, realmente isso acontece. Mas as novelas mostram mais que lugares… mostram tbm situações muito idiotas como traições, ambição, morte… e assim vai!

  6. @Guilherme Freitas
    É este o Brasil que eu gosto de ver na TV, um Brasil inovador e que está fazendo de tudo para ter o seu nome entre as grandes potências

    @Zinha Santos
    E ai quem não entende a mensagem, como muitos de nós os Africanos, acha que aquele é o estilo de vida dos brasileiros, e como eles estão “por cima”, decidimos imitar exatamente aquilo que acontece na TV. Já tem até uma “Turma do Guetto” real aqui em Maputo!!!

  7. Gil Freduzesck says:

    A verdade é o que seria sa linguá portuguesa se não existisse o Brasil,já que todos os outros países lusofônos são inesprecívos e praticamnete desconhecidos no cenário mundial.O Brasil é um sucesso no exterior,nos pontos mais remotos do globo ouve-se falar do Brasil,e sem contar a potência economica que é e forte influenciador cultural dos países lusófonos e paises da América do sul,neste último continente com excessão da Argentina e do Chile que lutam severamente contra a influência economica e cultural brasileira todos os demais países vivem na órbita do Brasil…nada acontece na América do sul sem o concentimento do Brasil.

  8. As novelas não mostram a verdade

    hum

  9. Elísio…

    Adorei o texto e acabo de sentir uma mescla de alegria e tristeza…

    Fico contente que a nossa cultura consiga chegar tão distante e formar opiniões sinceras e inteligentes como a sua, mas por outro lado, fico triste em saber que essa influência não se trata da realidade.

    Infelizmente aqui no Brasil tb somos influenciados negativamente, não só pelas novelas, mas pela programação em geral.

    Tudo que passa na tv vira moda. Mas ningém para pra pensar de como o cara da novela, que é podre de rico, ficou rico daquele jeito. Só pensam em querer ser como ele e ter o seu padrão de vida.

    Aqueles que c onseguem chegar nesse patamar, ,geralmente ralam anos, trabalham muito , ou simplesmente continuam um trabalho de família existente anteriormente…

    A realidade aqui é outra realmente.. e quem pensa que o Brasil real é o que passa nas novelas, sinto muito, mas só vindo pra cá e tenntando crescer na vida, vai ver que as coisas não são assim…

    Parabéns pelo texto!!!
    ______________________________________________________________
    Visite: http://opinenoblog.blogspot.com

  10. A verdade é mais crítica do que se imagina. Essa visão equivocada não é exclusiva de vocês. Mesmo por aqui muitos acham que essas fantasias são realidade e que é possível mesmo viver assim.

  11. Parabéns Elisio,
    Seu texto é inteligente e não só aplicável aos jovens moçambicanos, mas posso lhe garantir que o mesmo ocorre no Brasil. A influência das novelas da Globo chega a tal ponto que durante uma determinada novela a personagem vivida pela atriz Beth Faria, visitando uma botique e examinando algumas roupas, declarou que não gostava de uma determinada cor. A pedido de comerciantes ela teve, alguns capítulos depois de declarar o inverso, pois nas prateleiras das lojas pelo país, as peças ficaram encalhadas.
    Forte Abraço

  12. Marco Antonio says:

    Elisio, achei muito interresantes suas colocações, mas essa ilusão que tudo aqui no Brasil é perfeito não apenas exclusivades de vcs, muitos Brasileiros tambem adoram ver o lado menos feio, já que para alguns a realidade realmente é muito dura. Porem nos ultimas anos o Brasil tem melhorado sua distribuição de renda a gerando oportunidade para os menos privilegiados, mas uma coisa é verdade, o meu povo é muito criativo, alegre e lutador, e essa qualidade te nos ajudado a vencer muitas barreiras. ate+ Sou brasileiro com muito orgulho.
    Visite meu blog: http://www.uniblog.com.br/somosnerdsedai

  13. Daniel says:

    Sou brasileiro e não gosto de novelas, mas não podemos confundir intretenimento com sociologia, apesar de eu achar que as novelas são intretenimento inútil. Discordo com a maioria das opiniões aqui que o Brasil camufla a realidade, pois se assistir os telejornais brasileiros verão que as notícias são mostradas a respeito da pobreza, violência e etc. Existe uma classe alta sim como mostrado mas novelas mas o Brasil mas não é só aquilo, existem desigualdades sociais e que não são poucas, se as novelas mostram um lado só o que podemos fazer? e os filmes hollywoodianos que vem influênciando o mundo todo, será que estes filmes viram temas de assuntos de sociologia também ou são só encarados como intretenimento?
    Na verdade devemos escolher mais o que assistemos na TV, acho que de fato quisermos mais realidade seria mais aconselhável assistir a telejornais e consultas a internet , mas o ser humano tem um facínio natural pela ficção por isso o sucesso das telenovelas e do cinema, não devemos culpar somente a industria do entretenimento por ocultar a realidade já que ela está debaixo do nosso nariz, e é só buscarmos.

  14. alexandre says:

    Prezado Elísio,fico feliz por amar o Brasil..Talvez você tenha a mesma colocação que a minha..sim ! Eu amo o Brasil…o Brasil da EMBRAER,da PETROBRÁS,das produções e exportações de carnes bovinas e suínas,frangos,pescados,frutas em geral,cereais,caminhões,ônibus,aço,ferro entre outros.Pena que muitos brasileiros tem hábitos de ver apenas o lado difícil do Brasil;como se não houvesse em outras nações algum tipo de dificuldade..como corrupção,violência,desemprego etc..

  15. Washington Pereira says:

    Olá colegas, sou brasileiro e professor de História, Filosofia e Sociologia. A imagem que é vendida do Brasil para mim é apenas uma adaptação do American Way of Life. As novelas da Globo vendem idéias eradas sobre o nosso povo. Aqui no Rio de Janeiro vivemos uma guerra civil. o tráfico de drogas por muito tempo financiou a corrupção no governo e na polícia. Temos uma desigualdade social em que nos bairros ricos existem apartamentos de 20 milhões de dollares enquanto nas favelas pessoas vivem com renda inferior a 100 dólares. Nossas crianças se prostituem, nossos jovens se drogam. Nossas cidades vivem no caos do crescimento desplanejado. A passividade do povo brasileiro é resultado de de uma política de emburrecimento da população financiada pela televisão.

  16. jorge says:

    Sou brasileiro e estou fatigado dos problemas que enfrentamos, o principal deles centrado na corrupção que varre o país como um vento. Da corrupção nascem os demais problemas, como a precariedade da infra-estrutura, das escolas e do sistema de saúde.
    O Brasil só teria possibilidades de engrandecer-se se cuidasse melhor da escolaridade do seu povo. Fora educação e cultura não há país que se sustenha em pé.
    Os demais Estados lusofônicos podem ajudar o Brasil na busca por uma edxucação de excelência.

  17. Jonas says:

    Este site é Angolano , Brasileiro ou Moçambicano?

  18. Jonas says:

    Nossas Culturas são tão entranhadas…

  19. lucia says:

    Sou brasileira e digo , que o Brasil das novelas EXISTE MESMO.Até nas cidades de medio porte existe tudo que a Globo exibe.Mas existe tambem o outro Brasil de pessoas que trabalham , lutam e labutam.O Brasil é um país que oferce bolsa universidade aos pobres que são inteligentes mas não tem dinheiro para pagar estudo.SÓ NESTE ANO DE 2012 EXISTE UM MILHÃO DE JOVENS ( CARENTES ) QUE TEM SUA UNIVERSIDADE PAGA PELO GOVERNO FEDERAL.É um pais maravilhoso onde todos tem seu lugar. A violencia que temos não é pior e nem melhor que a que outros paises tem.Estamos em um processo de melhoria em todos os níveis , inclusive de saúde quando a rede pública oferece gratuitamente medicamentos de forma universal…PARA TODOS SEM DISTINÇÃO DE NADA ….. UM PAÍS maravilhoso demais ….Um abraço aos que concordam e mais um aos que não concordam

  20. Luiz says:

    Olá Elisio,
    Bom texto, mas tenho de concordar com o Daniel quando diz:”… Discordo com a maioria das opiniões aqui que o Brasil camufla a realidade, pois se assistir os telejornais brasileiros verão que as notícias são mostradas a respeito da pobreza, violência e etc. Existe uma classe alta sim como mostrado mas novelas mas o Brasil mas não é só aquilo, existem desigualdades sociais e que não são poucas, se as novelas mostram um lado só o que podemos fazer? e os filmes hollywoodianos que vem influênciando o mundo todo, será que estes filmes viram temas de assuntos de sociologia também ou são só encarados como intretenimento?”
    Numa sociedade dividida em classes é de se esperar que exista uma parcela que lembre o país das novelas, e outras na quais a realidade seja bem diversa.A realidade de BOLLYWOOD também reflete o dia a dia da Índia? Os indianos cantam e dançam a cada 10 minutos de sua vida???
    Na verdade a TV vende mais que a realidade, vende sonhos.
    É claro que os sonhos refletidos nas imagens de filmes e programas de TV variam de acordo com com a cultura e o momento histórico de cada nação, neste aspecto o Brasil por ser um pais capitalista seria obviamente influenciado, principalmente na era da guerra fria, por produtos da indústria cultural que evidenciassem o lado positivo daquilo que os americanos chamavam de american way of life, da mesma forma que nossos irmãos da áfrica portuguesa tiveram, por um longo período pós independência, uma forte influência dos governos da linha socialimo real do leste europeu,coisa que se percebe claramente até no estilo gráfico de suas bandeiras e brazões.
    Neste caso, fica evidente que quando um produto cultural brasileiro é transmitido em Moçambique, vai invariavelmente carregar imagens e signos culturais que , banais no Brasil, como a gíria, sejam vistos do outro lado do atlântico como algo diferente e novo , e tudo que é diferente é sucesso, e o sucesso logo vira moda.Dai os rapazes e moças dai gostarem de Malhação, que faz uma caricatura pueril da juventude daqui, e logo tentem imitar o que assistem na “tela mágica”.Isto se deve à característica que a televisão tem de por meio de imagens transmitir muito mais do que a realidade pura e simples, transmitem tembém a extensão do imaginário da nossa sociedade.
    Da mesma forma que os seriados americanos transmitiam também este conteúdo, visto que eram um produto para um público interno, onde os USA eram a embaixada do paraíso na terra, lugar onde a classe média tinha dois carros modernos na garagem, todos eram brancos e bem vestidos, e etc. Mesmo que isto não fosse a realidade dos guetos segregados do Mississipi, do Harlem ou do Bronx.
    Isto porque na construção de sua identidade os americanos se nivelavam por cima.
    Tal qual os brasileiros o fazem hoje, para horror dos sociólogos de plantão, mas como joãozinho já disse, quem gosta de pobreza é intelectual, pobre gosta de é de luxo e fantasia.rsssssssssssssssssssss…
    Um forte abraço meu irmão!

  21. Amaro Brandao da Silva says:

    Amigo,em todo o mundo axiste a figura do explorado e a do explorador. O Brasil realmente é um país maravilhoso principalmente pós Presidente LULA;agora tenha certeza de uma coisa;nossa riqueza multicultural se por causa de nossas raizes AFRICANAS.Salve mãe Africa e tudo o que daí herdamos.
    Nossa periferia de onde faço parte é muito perecida com a periferia de vossas cidades.
    Um abraço e mantenha~se um defensor de sua cultura combatendo as maquiegens da mídia brasileira; pertencente a uma elite bilionária vendedora de ilusões

  22. Amaro Brandao da Silva says:

    Caros amigos,
    no You tube ao acessarem ( carnaval dos bultrins 2012 ), voces poderão conhecer 1 minuto e 16 segundos da verdadeira face do nosso povo na periferia de Olinda.Confirmarão ,portanto, o quanto somos culturalmente tão próximos.
    SALVE MÂE ÁFRICA.
    Retornem para mim suas Opiniões.

  23. licubrino says:

    O Brasil pode não ser o paraíso na terra, nem postula ser sua embaixada, mas também já saiu da zona de rebaixamento do inferno.
    Isto fica bem claro quando leio o artigo do jovem moçambicano, lá a TV é coisa da alta sociedade, segundo o autor, que ainda completa afirmando que “agora, viver no Brasil é um dos sonhos de um moçambicano, mas não naquele Brasil trabalhador que nos mostram nos documentários da televisão, e sim no Brasil curtidor das novelas, como Malhação.” Bem amigo, tenha cuidado com os filmes enlatados gringos sobre o Brasil, que costumam a nos pintar como uma naçãozinha onde se fala espanhol e todos vivem das migalhas dos americanos e europeus em uma tribo de índios com sobreiros mexicanos ou em favelas com jeito de Tijuana.Pelo menos ELES gostariam que assim o fosse, mas somos uma nação com um uma cultura lusa misturada com a autóctone e diversas africanas, que hoje ostenta um desenvolvimento industrial acelerado, já conseguindo logros no que se refere a geração e distribuição mais equitativa de renda, com um aumento do percentual da classe média na pirâmide social, apesar do muito que ainda tem de ser feito.
    Mas na verdade podemos perceber o enorme fosso que nos separa quando nossos irmãos africanos terminam seu texto da seguinte forma:”Concluindo, o Brasil que nós conhecemos e que nos influencia é o Brasil que vem dos estúdios da Globo e por ai, e não aquele Brasil que trabalha e que está prestes a meter a sua pátria no G8.”Sem perceberem que as novelas da Globo (e de outros canais) são produtos do mesmo trabalho que está por nos METER (sic) no G8.
    Um abraço para você Elisio Leonardo, esperamos um dia conviver mais com nossos irmãos africanos, dos quais nos orgulhamos de ser descendentes.

Deixe seu comentário!